Semearhis - Semeando Impacto Social

Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

O que você não sabia sobre acessibilidade

O que você não sabia sobre acessibilidade

Alguns tópicos que vão muito além das rampas de acesso.

Assessoria de Imprensa BLOG 314 views 0 min. de leitura

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail

A acessibilidade está relacionada ao direito que todos temos de alcançar nossos objetivos sem enfrentar impedimentos, sejam eles físicos ou não.

As formas mais conhecidas e mais vistas em nosso dia-a-dia são as rampas para deficientes físicos, o piso tátil (guia para deficientes visuais) e a interpretação em libras em eventos para os deficientes auditivos, ou surdos. Contudo, a acessibilidade vai muito além.

Hoje queremos apresentar para vocês o cardápio em Braille, e a audiodescrição.

Audiodescrição

A audiodescrição é uma ferramenta muito importante, não só para deficientes visuais, mas também para quem tem algum problema cognitivo ou para os idosos, e que deve ser implantada em qualquer evento de cunho cultural, como teatros, palestras, etc. A audiodescrição é um recurso que traduz imagens em palavras.

O recurso pode ser mixado ao áudio original e distribuído em fones receptores, acessado através de texto pelos softwares de leitura de tela, ou disponibilizado em audioguias.

Nas redes sociais também é cada vez mais comum o uso de hashtags como #pracegover ou #pratodosverem com descrições de imagens que tornam a internet mais acessível.

O cardápio em braille

Esta é outra ferramenta que torna o dia-a-dia das pessoas com deficiência muito melhor. Já existe em algumas cidades, por exemplo, o cardápio em que se aponta o celular para um QR Code, mas que não é nada prático e muito menos acessível, pois o arquivo em pdf é em imagem e o leitor de telas não reconhece o conteúdo do arquivo. A melhor opção ainda é o cardápio em braile.

Deve-se haver uma maior conscientização no sentido de melhorar e ampliar uma sociedade mais inclusiva e acessível a todos.

Não adianta colocarmos tal assunto apenas no papel e não tomarmos nenhuma atitude. Sendo assim, cabe a nós (tanto deficientes como não deficientes) nos unirmos para promover um ambiente mais apropriado a todos, pois dessa forma, as pessoas se sensibilizarão.

Você pode dizer assim: "Ah, isso é frescura!" Mas pare para pensar: se um dia um membro da sua família sofrer um AVC (acidente vascular cerebral) e precisar de uma bengala (ou muleta) para se locomover. Você não precisará de um local acessível?

________

Autora: Aline Lazzari

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
Assessoria de Imprensa
Assessoria de Imprensa

A Semearhis é uma startup de impacto social voltada para o relacionamento humano, especializada na inclusão assertiva de pessoas com deficiência (PCD)

Todas as publicações do(a) autor(a)

Olá, deixe seu comentário para O que você não sabia sobre acessibilidade

Enviando Comentário Fechar :/
Artigos Relacionados
CONTRASTE
DALTÔNISMO
CONFIGURAÇÃO ORIGINAL